Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cuiabá (MT), 26 de agosto de 2019 - 06:15

Notícias

02/08/2019 08:55

Trabalhadores da UFMT paralisam atividades na terça-feira (06) contra Reforma da Previdência 

Os trabalhadores da UFMT devem paralisar suas atividades na próxima terça-feira (06.08) para protestar contra a Reforma da Previdência. A convocação foi feita pelas centrais sindicais e Fasubra, tendo sido aceita pela categoria na última assembleia geral realizada na terça-feira (30.07). O Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação da UFMT (Sintuf-MT) já oficiou a Reitoria sobre a paralisação. 

“O governo Bolsonaro quer sacramentar o ataque às aposentadorias dos trabalhadores e benefícios do INSS neste mês de agosto. O presidente da Câmara promete realizar o 2° turno de votação da Reforma da Previdência no dia 6 de agosto, e por isso está sendo convocada essa manifestação. Nossos direitos estão sendo roubados, o futuro de nossos filhos e netos sendo decidido neste mês. Aposentar é um direito que não podemos aceitar ser retirado. Os salários serão menores, e a maioria da população não vai viver para se aposentar. É um absurdo”, destacou a coordenadora geral do Sintuf, Luzia Melo. 

Como estratégia para aprovar a proposta da Reforma da Previdência, o governo liberou mais de R$ 3 bilhões em emendas parlamentares e destinação de recursos, além da entrega de cargos no governo.  “Foi assim que aprovaram a reforma em 1° turno no último dia 10 de julho. É possível reverter essa situação indo para cima deles, com muita pressão, mobilização e uma nova Greve Geral. É preciso retomar a mobilização desde já!”. 

Outra paralisação contra a Reforma da Previdência, e também em defesa da educação, já está confirmada para o dia 13 de agosto. 

Veja abaixo o ofício enviado a Reitoria:

  1. Nº 107/2019/SINTUF-MT                                                 

                                                                                                   Cuiabá, 31 de julho de 2019. 

 

A Sua Magnificência 

Prof.ª Myrian Serra

Reitora da UFMT

 

Senhora Reitora,

 

Em Assembleia Geral realizada no dia 30 de julho de 2019, as 08h30, no Auditório do SINTUFMT, após avaliação da conjuntura local e nacional, com destaque aos ataques proferidos pelo Governo as Universidades Públicas e as Carreiras do Funcionalismo, foi deliberado, por unanimidade, aprovar Paralisação Nacional dia 06 de agosto contra a reforma da previdência e Paralisação dia 13 de agosto, em apoio e para participação da greve nacional da Educação e contra a reforma da previdência. 

Reafirmamos que a nossa posição pelos dias de paralisação se deram em virtude da ameaça real de desmonte da carreira, conquistada com muitas lutas, além dos ataques as Universidades Públicas, que demandará uma ação coletiva por parte da comunidade universitária (gestores, estudantes, professores e técnico-administrativos).

Avaliamos que somente com a reação e mobilização da sociedade a esses ataques fará como que o governo recue, pois a Universidade é um patrimônio estratégico para o desenvolvimento e soberania do país, e cabe a nós, comunidade universitária, sermos protagonistas na luta contra o seu desmonte.

Saudações Sindicais


CHÁCARA DO SINTUF

Redes Sociais

Sintuf-MT

Av. Fernando Corrêa da Costa, s/nº. - Campus Universitário - Coxipó - MT - 78060-900

Tel: (65) 3028-2924 - (65) 3028-2925

E-mail: sintuf@terra.com.br 

Atendimento:  07h30 às 18 horas 

SEDE DO SINTUF-MT

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo