Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Cuiabá (MT), 27 de janeiro de 2021 - 21:52

Notícias

07/12/2020 13:50

Engenheiro Rodrigo será o novo pró-Retor do Campus Universitário do Araguaia/UFMT

O Campus Universitário do Araguaia (UFMT) possui um novo pró-reitor, Rodrigo Ferreira de Azevedo, o Engenheiro Rodrigo. A consulta à comunidade acadêmica foi realizada na última sexta-feira (04.12), sendo que Rodrigo obteve 54% dos votos válidos. O professor Lennie Bertoque foi o segundo colocado com 34% dos votos. É a primeira vez que um servidor técnico-administrativo é eleito ao cargo. 

“A eleição do Rodrigo é uma vitória para a categoria dos trabalhadores técnico-administrativos, uma vitória para a democracia e para autonomia universitária. Dos 82 técnicos administrativos que votaram, 78 escolheram o companheiro para dirigir o campus Araguaia.  Ele também venceu entre os professores e foi bem votado entre os estudantes. O Sintuf-MT deseja uma boa gestão ao novo pró-reitor, que mantenha suas portas abertas aos trabalhadores e priorize uma gestão democrática e participativa”, destacou a diretora geral do Sintuf-MT, Luzia Mello. 

“Este é um ponto que o Sintuf sempre defendeu ao longo de sua história, a plena capacidade do trabalhador técnico-administrativo em conduzir a gestão da UFMT. A escolha do novo pró-reitor, realizado em um sistema com paridade na votação,  mostra a maturidade da comunidade universitária do Araguaia. Nem todos conhecem a história recente da UFMT, onde o técnico não tinha voz dentro dos conselhos superiores, sendo estes espaços exclusivos dos docentes. Foi uma grande luta dos trabalhadores, do sindicato, para construir a carreira e termos nossa capacidade reconhecida. As mudanças só acontecem quando juntos fazemos o questionamento, juntos buscamos nossos direitos e reconhecimentos. Então quero parabenizar o Rodrigo pela eleição”, destacou a coordenadora administrativa do Sintuf, Leia de Souza Oliveira.

A Chapa Consolida Araguaia, liderada por Rodrigo, organizou suas propostas em 4 grandes eixos:

 

Eixo 1: Planejamento, Gestão e Participação

  • Estabelecer e definir junto a Reitoria as atribuições e competências do Pró-reitor de Câmpus;
  • Estabelecer um fluxograma para todos os setores do CUA;
  • Reafirmar a solicitação, junto à Reitoria, de descentralização do orçamento para o CUA, permitindo a autonomia do Câmpus na gestão dos recursos financeiros;
  • Realizar a gestão do orçamento descentralizado, permitindo melhor distribuição dos recursos voltados para o ensino, pesquisa e extensão.
  • Garantir elementos essenciais para o funcionamento do CUA: energia elétrica, fornecimento de água (definir política de uso e destinação, fomentar projetos com previsão de sustentabilidade e aproveitamento de água), limpeza, transporte, alimentação para os estudantes e estrutura física;
  • Reestruturar o organograma do CUA, com desmembramento de Gerências e criação de novos setores;
  • Buscar, junto à Reitoria, mais FG's para o CUA, através da proposta de reversão de FG's junto ao MEC e MPOG;
  • Reestruturar a Pró-reitoria CUA com a criação de assessoria técnica para o desenvolvimento das atividades e atendimentos;
  • Aproximar à Pró-reitoria do Câmpus à Reitoria e à Vice-Reitoria da UFMT, tendo em vista a proposta aprovada de construção de sala de apoio para a Vice-Reitoria no Câmpus Araguaia;
  • Propor a criação de um canal de assessoramento entre Núcleo de Práticas Jurídicas e Pró-reitoria do Câmpus para assuntos de natureza jurídica;
  • Consolidar e fortalecer o CONSUA, criando comissões para estudos e análises de questões relacionadas ao Câmpus;
  • Criação de uma assessoria de comunicação para ampliar o diálogo com a comunidade acadêmica;
  • Reivindicar, junto à Reitoria e aos Conselhos, o aumento do quadro de docentes e técnicos, através da portaria MPOG 282/2020, e encaminhar solicitações ao MEC para abertura de novas vagas;
  • Iniciar as discussões com a Comunidade Acadêmica sobre o Projeto de Lei 4810-2020, criação da Universidade Federal do Araguaia (UFAR), com realização de levantamento de necessidades em diversas áreas, debates e, posterior, realização de referendo;
  • Propor ações de suporte, capacitação e melhorias nos fluxos de trabalhos dos fiscais de contratos do
  • Realizar interlocução junto as bancada federal e representações políticas, apresentando as demandas e necessidades do CUA, pleiteando a destinação de recursos financeiros e
  • Fortalecer a participação, presença em comissões e proposições no Consuni.

 

Eixo 2: Estruturação, Funcionamento e Qualidade

  • Desenvolver projetos e convênios com instituições públicas e privadas para obtenção de recursos para investimentos em projetos e construções, através do escritório do projetos e com a participação de discentes;
  • Possibilitar a continuidade das ações do Escritório de Projetos e Processos e promover ações para melhorias e assertivas no desenvolvimentos dos projetos da UFMT;
  • Promover a modernização e adequação das Bibliotecas das unidades do CUA;
  • Projetar e construir salas para os professores do CUA, buscando recursos em editais e ações judiciais;
  • Criar condições e estrutura para realização da prática de esportes e atividades físicas no CUA, através da finalização do campo de futebol, reforma do ginásio de esportes e construção de quadra de vôlei de areia e quadra poliesportiva na Unidade II-Barra do Garças;
  • Avaliar e implementar medidas para redução da evasão dos discentes, principalmente nos cursos noturnos;
  • Aprimorar o acompanhamento e elaboração de estratégias para a permanência de alunos na Universidade, junto com as Coordenações e Colegiados de curso;
  • Promover oferta de vagas para transferência facultativa e admissão de graduados, visando ampliar o acesso ao ensino público e aumentar o repasse de recursos financeiros para a UFMT;
  • Implementar ações para reduzir os custos de funcionamento das cantinas, visando garantir o funcionamento contínuo, e rever a política de cálculos do aluguel do espaço;
  • Ampliar e melhorar a qualidade dos equipamentos para videoconferência;
  • Realizar melhorias estruturantes nas unidades tais como sinalizações aos usuários, placas de trânsito e segurança, dentre outras;
  • Dar continuidade na modernização e na gestão operacional das ações de engenharia e de manutenção;
  • Aperfeiçoar aos processos e ações para manutenção das infraestruturas do CUA, visando celeridade nos trâmites e solução de problemas;
  • Incentivar a criação de uma fazenda experimental do CUA;
  • Executar ações para ampliação da acessibilidade no CUA, tanto em aspectos físicos, quanto sociais;
  • Implementar a criação e execução de calendário anual de capacitação para gestores e fiscais de contratos terceirizados;
  • Readequar os locais para funcionamento das Empresas Junior do CUA e fomentar o
  • Verificar a real demanda de vagas de docentes e disciplinas em cursos de graduação essenciais, que ofertam disciplinas para outros cursos, propondo a Reitoria atendimento de demanda aos cursos que permitem e auxiliam na formação básicas de outras graduações.

 

 

Eixo 3: Sustentabilidade e Inovação

  • Propiciar a continuidade de projetos de sustentabilidade com captação de recursos em energia fotovoltaica, eficiência energética, tratamento do esgotamento sanitário e demais ações de cunho ambiental;
  • Incentivar a captação de recursos externos para projetos de pesquisa e inovação, auxiliando os pesquisadores quanto à submissão de projetos junto às agências de fomento nos aspectos administrativos e legais;
  • Encaminhar/apresentar editais com recursos financeiros para os projetos de pesquisas institucionais;
  • Estimular a capacitação de docentes em relação a práticas pedagógicas inovadoras e o uso de tecnologias digitais;
  • Promover minicursos aos discentes para conhecimento e acesso ao Portal de Periódicos da Capes, Plataforma Sucupira e demais bases de dados para estudo de artigos científicos, periódicos e outros objetos de pesquisas;
  • Incentivar a criação e oferta de cursos de pós-graduação stricto sensu e lato sensu no CUA, além de buscar parcerias com outras instituições para ofertas de MINTER's e DINTER's;
  • Apoiar os programas de pós-graduação do CUA e propiciar melhores condições aos pesquisadores, ofertando melhorias na infraestrutura, equipamentos, transportes, manutenções, entre outros;
  • Promover a implementação da Biblioteca Virtual do CUA;
  • Ampliar as parcerias com instituições e empresas, visando aumentar a oferta vagas em estágio curriculares obrigatório e não-obrigatório aos

 

Eixo 4: Assistência Estudantil e Vivência

  • Permitir aos estudantes do CUA acesso à assistência estudantil nos aspectos econômicos, sociais e psicológicos;
  • Incentivar políticas de inclusão para aumentar o ingresso e permanência de estudantes;
  • Solicitar a transparência na definição e aplicação dos recursos relativos às políticas de assistência estudantil;
  • Melhorar o ambiente social da Universidade para a permanência dos estudantes;
  • Aprimorar os fluxos dos processos para a Supervisão de Assistência Estudantil, possibilitando melhores condições aos servidores e estagiários para análises de processos e respostas em menor tempo e com menor demanda de retrabalhos;
  • Representar os interesses dos estudantes em questões como Restaurante Universitário, Auxílio Permanência, Auxílio Alimentação, Auxílio Moradia e demais assuntos, pertinentes aos discentes do CUA;
  • Promover a ampliação das ações de extensão internas e externas, visando agregar valores aos estudantes, docentes, técnicos e comunidade;
  • Incentivar práticas e eventos esportivos na comunidade acadêmica;
  • Estimular ações de extensão com envolvimento da sociedade, poder público e empresas privadas, fortalecendo o elo entre a UFMT e a sociedade;
  • Apoiar projetos de empreendedorismo nas Empresa Junior e Startups, permitindo a participação em rodadas de captação de investimentos junto à Angel Investor;
  • Fortalecer e incentivar o programa de recepção e acompanhamento de docentes, técnicos e estudantes ingressos no CUA;
  • Incentivar ações motivacionais e reconhecer atuações e iniciativas referente a dedicação dos servidores no âmbito do CUA;
  • Consolidar e regularizar os Centros de Pesquisas, Museus, Planetário e demais projetos do

 


CHÁCARA DO SINTUF

Redes Sociais

Sintuf-MT

Av. Fernando Corrêa da Costa, s/nº. - Campus Universitário - Coxipó - MT - 78060-900

Tel: (65) 3028-2924 - (65) 3028-2925

E-mail: [email protected] 

Atendimento:  07h30 às 18 horas 

SEDE DO SINTUF-MT

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo