? ºC Cuiabá - MT
? ºC Sinop - MT
? ºC Rondonópolis - MT
? ºC Barra do Garças - MT

Notícias

18/08/2022 08:19

SINTUF-MT inicia ações administrativas e judiciais contra reduções e cortes dos adicionais de insalubridade e periculosidade no HUJM

O Sintuf-MT (Sindicato dos Trabalhadores da UFMT) vai acionar judicialmente a UFMT contra as reduções, e mesmo suspensão, dos adicionais de insalubridade e periculosidade dos servidores do Hospital Universitário Júlio Muller. Uma reunião específica para tratar do tema foi realizada nesta quarta-feira (17.08) entre os trabalhadores e a equipe de Supervisão de Higiene, Segurança e Medicina do Trabalho da UFMT. 

“O sindicato está à disposição dos companheiros para reverter esta situação. É inadmissível que a renda de tantas pessoas seja reduzida num momento de crise econômica tão severa que o país atravessa. Já estamos com o salário congelado há mais de sete anos, vemos uma inflação muito maior que a oficialmente divulgada, e mesmo assim o Governo, a UFMT, encontram mecanismos para reduzir o salário dos trabalhadores, do trabalhador da saúde que estiveram na linha de frente no combate a pandemia, com dedicação total em favor da vida, destacou a coordenadora geral do Sintuf-MT, Luzia Melo. 

A redução dos adicionais já foi aplicada para este mês de agosto, sendo que os trabalhadores descobriram a situação ao conferirem do holerite (demonstrativo de rendimentos) do mês.  “O Sintuf participou dessa reunião com toda sua assessoria jurídica para entender melhor a situação e já está tomando providências judiciais. Porém, manteremos o diálogo junto a administração para contornar a situação rapidamente e que nenhum trabalhador seja prejudicado”, explicou a coordenadora geral do Sintuf no HUJM, Claudineia dos Santos. 

Para ela, é fundamental que sejam criadas comissões setoriais para participar dessa avaliação. É preciso fazer análises incisivas destes laudos, onde cada profissional vai poder detalhar os processos envolvidos na rotina laboral. 

VEJA AQUI A GALERIA DE IMAGENS

Esta já é a segunda reunião para tratar do tema. A primeira aconteceu na segunda-feira (15.08) junto a Secretaria de Gestão de Pessoas da UFMT. Pelo conjunto de informações apresentadas pelos representantes do HUJM e da UFMT, houve uma pressão da Controladoria Geral da União (CGU) para que fossem realizadas novas avaliações na periculosidade e insalubridade dos setores do HUJM, e, estas avaliações teriam reduzido o grau de risco nestes ambientes. 

Pela avaliação dos trabalhadores, do sindicato, e até mesmo pela gestão do HUJM, houveram uma série de dificuldades e falhas nessas novas avaliações. “Foi um trabalho realizado a toque de caixa, os laudos técnicos não foram apresentados previamente aos trabalhadores, não houve participação de quem labora nas unidades, existe agora o mesmo setor com com graus diferentes para os trabalhadores do quadro direto da UFMT (estatutários) e os da Ebserh (CLT). O ambiente está péssimo no hospital. Lembremos, o ambiente de trabalho está péssimo para as pessoas que cuidam de vidas”, reforçou Luzia. 

As ações do sindicato foram aprovadas por todos os trabalhadores presentes na reunião. Ações mais incisivas, como paralisações, e mesmo a suspensão do trabalho não estão descartadas.


CHÁCARA DO SINTUF

Redes Sociais

Sintuf-MT

Av. Fernando Corrêa da Costa, s/nº. - Campus Universitário - Coxipó - MT - 78060-900

Tel: (65) 3028-2924 - (65) 3028-2925

E-mail: [email protected] 

Atendimento:  07h30 às 18 horas 

SEDE DO SINTUF-MT

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo